Páginas

Lições do Festival de Cannes Lions 2013

A tal ponte entre o mundo digital e o real continua a causar impacto


Fiz uma seleção particular de algumas das campanhas que foram premiadas na edição de 2013 do Festival de Criatividade de Cannes Lions. Os “cases” aqui reunidos ajudam a ilustrar algumas lições e identificar os rumos da comunicação publicitária. Minha intenção é dividir com você alguns aspectos e tendências para que você possa aproveitar, vamos lá:

Conversação
Na era das redes sociais, a comunicação deve ser constante e contínua. O relacionamento com o consumidor se dá através de uma “conversação” infinita que no meu ponto de vista, nenhuma marca conseguiu apreender ainda, mas a Oreo tem feito um ótimo trabalho nesse sentido.


Título: Oreo Daily Twist
Agência: DraftFCB, de Nova York
Anunciante: Oreo


Interferência real
Já descobrimos ser essencial estabelecer “pontes” de conexão entre a comunicação digital e o mundo real. A campanha ganha ainda mais impacto quando não se faz apenas uma “ponte”, mas uma real interferência na vida das pessoas.


Título: Retratos da real beleza
Agência: Ogilvy Brasil
Anunciante: Dove, Unilever


Título: Let´s go Crazy
Agência: Ogilvy Brasil
Anunciante: Coca-Cola



Título: Bridge of Life
Agência: Cheil Seoul
Anunciante: Samsung Life Insurance




Branded Content
Esse aspecto já deixou de ser tendência para se tornar mainstream. Faz sucesso a publicidade que não tem uma linguagem nem forma de propaganda. Ela chega de fato, a ser relevante, ofertando um serviço ou produto adicional que a marca oferece aos seus potenciais consumidores.


Título: Easy way subtitles
Agência: Loducca
Anunciante: Easy Way Language Center


Título: Carregador solar
Agência: Giovanni+DraftFCB
Anunciante: Nivea


Título: Amplificador
Agência: JWT
Anunciante: Coca-Cola FM


Título: Ads with a purpose
Agência: Ogilvy França
Anunciante: IBM


Título: Catraca da Boa
Agência: AlmapBBDO
Anunciante: Antarctica (Ambev)




Contribuição para a sociedade
Aqui algumas campanhas que unem as ideias anteriores de branded content com uma interferência real na vida das pessoas.


Título: A loja vazia
Agência: Loducca
Anunciante: Shopping Villa Lobos



Título: Meu sangue é rubro-negro
Agência: Leo Burnett Tailor Made
Anunciante: Hemoba e Esporte Clube Vitória


Título: Fãs imortais (vencedor em duas subcategorias)
Agência: Ogilvy&Mather Brasil
Anunciante: Esporte Clube Recife



Interatividade e Colaboração
São dois conceitos intrínsecos do meio digital e portanto, essenciais para promover o envolvimento do consumidor com a marca. Algumas vezes a complexidade é tanta que causa estranheza o sucesso da campanha, mas de fato, parece que hoje é isso o que atrai a curiosidade do consumidor.



Título: The Beauty Inside
Agência: Pereira & O’Dell, São Francisco EUA
Anunciante: Intel + Toshiba


Título: Why wait until it’s too late
Agência: Ogilvy & Mather Amsterdam
Anunciante: Funeral Insurance Company Dela



História
Quem trabalha com branding já ouviu muito sobre a importância de se construir uma história da marca. Quem trabalha com transmedia storytelling também sabe que a história é essencial para amarrar as diversas comunicações espalhadas por várias mídias. E nos casos abaixo é possível ver que até o mais tradicional dos meios de comunicação conseguem destaque quando possuem uma boa história.


Título: Alma
Agência: F/Nazca
Anunciante: Leica
Produção: Sentimental Filme


Título: Dumb Ways to Die
Agência: McCann Melbourne
Anunciante: Metro Trains, Austrália


Conclusão:
Última dica: vale observar como na maioria dos casos apresentados acima, há a preocupação com o uso criativo da tecnologia e como já citei no subtítulo, uma relação de discurso que começa num ambiente digital e termina numa ação real.





FOTO: Raymundo Calumby.