Páginas

Fotos do consumidor no rótulo da cerveja


A cerveja belga Vedett resolveu imprimir fotos enviadas pelos consumidores no verso do rótulo das garrafas.

A mecânica é simples: no site da marca o consumidor envia a foto e algumas são selecionadas para estampar os lotes de cervejas. Depois, basta aguardar pra descobrir se a sua foto estará nas prateleiras dos supermercados. Quem preferir pode mandar imprimir rótulos e receber em casa.


A estratégia vem de encontro com a teoria que fala sobre a influência dos meios de comunicação no comportamento da sociedade. Hoje, nossa sociedade consome informação de uma maneira diferente do que a sociedade da era da televisão. Naquela época, éramos mais "passivos" no consumo de mídia.
Com o advento do meio digital, fomos estimulados a interagir com o meio para alcançar a informação que desejamos. Passamos então a ter um comportamento um pouco mais "ativo" e interativo em relação ao consumo de informação. Essa atitude ativa e participativa não se dá apenas no meio digital, ela contamina todos os demais meios.

De fato, esse comportamento vai além do consumo de informação, ela alcança também outros aspectos como por exemplo, o relacionamento entre marcas e consumidores e daí surgem ações como essa, em que a comunicação da marca na internet promove interferências efetivas no rótulo do produto. È a interatividade que acontece no meio digital construindo uma ponte com o mundo real através do rótulo do produto. Uma estratégia bastante interessante.


Oreo envia carta personalizadas pra promover o #FizComOreo


Um dos artifícios para criar as tais pontes com o cotidiano do consumidor que costumo comentar é a construção de um discurso personalizado durante o processo de comunicação.

Isso é possível não só no meio digital, mas também no meio impresso, apesar de claro, bastante trabalhoso.

Esse foi o caso de uma comunicação em recebi da Oreo para promover sua campanha #FizComOreo.



Recebi em casa uma caixa que continha objetos para compor um cenário com o biscoito Oreo com o propósito indireto claro, de compartilhar as fotos na rede sociais. Porém o cuidado do texto da carta é um diferencial importante, lá dizia:
"E a vida de pai de primeira viagem? Incrivelmente apaixonante, né? Já que Oreo é o biscoito (ou bolacha?) mais amado do mundo, torcemos para que você se divirta igual a uma criança (e juntinho com seu filho) enquanto se prepara para mais um projeto pessoal".
Ou seja, a carta mostra conhecimento sobre minha vida, sabe direcionar o discurso e traz um brinde que a princípio, não faz parecer que é aleatório, mas que foi escolhido por conhecer um pouco do meu cotidiano.

Cada pessoa selecionada para essa campanha recebeu uma carta diferente e também objetos diferentes para fazer suas fotos e depois espalhar  pelas redes com a hashtag #FizComOreo.

A photo posted by Jean Boechat (@jampa) on





A photo posted by Nerd Rabugento (@castrezana) on



Veja a média salarial do mercado ou de uma empresa em particular

Mesmo que você seja da turma que odeia segundas-feiras, acredito que a plataforma Love Mondays vá interessar. O motivo é simples: ela revela dados da relação entre empresas e seus funcionários que até então eram difíceis de ter acesso. Qual o salário médio de um determinado cargo? Quanto uma empresa específica paga para cada cargo? Qual a opinião de quem trabalha lá?

Love Mondays é um ótimo exemplo da revolução que as redes sociais estão promovendo na percepção da nossa sociedade sobre o limite entre o que é público e o que é privado.

Por volta de 2003/2004, o Orkut causou bastante impacto no Brasil por tornar público, entre outras coisas, qual era a rede de relacionamentos de uma determinada pessoa. Revelou um dado que era difícil de ser obtido. Na época, algumas pessoas consideravam essa informação como algo de cunho privado e tiveram resistência em relação à essa invasão de privacidade que as redes sociais propunham.

Love Mondays quer tornar visíveis algumas informações que no mercado profissional nem sempre são obtidas facilmente. Deve promover uma grande revolução na relação entre empregado e empregador, com direito a grande resistência de muitas empresas. Se sobreviver às críticas e processos jurídicos, será considerada daqui alguns anos como uma importante personagem no processo de transparência do mercado.

É uma ferramenta importante para quem planeja sua carreira e está pensando em trocar de cargo e empresa. Estruturada por dados inseridos pelos próprios empregados, Love Mondays tende a ganhar importância e relevância conforme aumenta sua base de usuários. Havendo bastante investimento na divulgação da plataforma, não tenho dúvidas que essa startup brasileira vá causar ainda bastante barulho.




---
Publicado originalmente no "Update or Die", em 11/05/2015.