Páginas

Preservativo também tem blog


A agência Age criou para a marca de preservativos Olla um blog que utiliza um formato já conhecido: trazer convidados para produzir conteúdo para o blog.

Resolvi postar pois merece a reflexão. Afinal preservativo é um daqueles produtos difíceis de trabalhar na publicidade. E aproveitar o ambiente das redes sociais a princípio parece-me uma boa solução.

Sem dúvida é possível que as mídias sociais sejam um espaço proveitoso para produtos com restrição. Mas criar e manter um blog dá trabalho.

Agências estão acostumadas a "criar e entregar". Em geral, não sabem "criar e manter". Desde os anos 90, quando começaram a aparecer os primeiros sites, tenho batido na tecla de que um site dependia de constante atualização. Fui um dos primeiros no Brasil a usar o termo "marketing interativo" justamente para enfatizar a necessidade da constante interação com o "consumidor" exigido pelo meio digital.

Agora na era dos blogs e das redes sociais isso é mais do que concreto. Um blog desatualizado pode inclusive manchar a marca. Se não terá como manter, melhor não fazer.

Mais do que as agências, são os clientes que precisam compreender que ações em meios digitais dependem de investimento permanente. E exigem esforços de diversas áreas da comunicação. Não só do Publicitário como do Relações Públicas.

No caso do blog da Olla parece que tudo isso foi olhado com atenção pois estão programados vários convidados diferentes para escrever no blog. Tudo depende agora desse conteúdo gerado ganhar com o tempo a atenção e atrair o interesse do público-alvo.