Páginas

[drops] Estratégia agressiva(?) da Coca Zero

Fiquei sabendo através do Bruno Allucci, e como muitos já escreveram sobre o assunto, deixo apenas um “drops” com o registro desta ação inusitada. Talvez pode-se dizer que seja um mix de marketing experencial com sensorial, de permissão, viral e buzzmarketing. No fim, como foi dito em outros blogs, já chamaram de advertasting ou também extreme CGA.

O importante mesmo é a reflexão sobre os limites da publicidade. Há ou não uma discussão ética a se fazer quando a Coca-Cola estimula o consumidor a colocar um piercing na língua com a marca da Coca-Cola Zero e em troca ele ganha exposição da sua foto publicada no álbum virtual da campanha?

Parece que a questão está no público-alvo. Se a campanha é bem direcionada ao público específico que a ela pretende atingir, os rumores negativos são praticamentes inexistentes; mas se a estratégia inusitada ganha repercussão na mídia de massa e começa a atingir outro público, é capaz que apareçam opiniões negativas sobre a ação.

Vejam abaixo mais sobre o caso:
- Coca-Cola Zero na ponta da língua
- Coca-Cola Zero e a propaganda de permissão
- Álbum de fotos da campanha