Páginas

Coincidências sobre o estudo dos meios digitais

Esse é o mês das coincidências. Depois do post "Coincidências fotográficas" em que comentei o fato curioso de ver um fotógrafo profissional utilizando uma técnica de fotografia que eu também andava brincando atualmente, agora foi uma coincidência sobre o que se pensa em relação às influências dos meios digitais na sociedade.

É bom ver que estamos um tanto longe do primeiro mundo, mas não
distantes das reflexões atuais sobre os meios digitais e suas
consequências.

Hoje saiu no no jornal ESTADÃO uma matéria sobre o livro "Against the Machine" do jornalista Lee Siegel. Em seu livro Siegel comenta que a tecnologia ajudou a explorar um desejo da sociedade pela exposição social. Em 2006 Siegel escrevia em um blog da revista "New Republic", mas foi afastado dessa atividade por conta de um leitor que atacava-o com frequentes comentários anônimos em seu blog.

No jornal deste domingo, o título da matéria era:

- A ansiedade de exposição [ver o artigo]

A coincidência é que em janeiro eu havia escrito um pequeno artigo para o portal
JumpExec em que o tema era muito semelhante. O conteúdo do livro parece divergir um pouco, mas em linhas gerais, a questão da auto-exposição é tratada da mesma maneira. Há vários pontos que pretendo ampliar em um novo artigo, mas por enquanto, segue abaixo:

- Vivemos em plena era da exposição [ver o artigo]

Fica a sugestão para leitura e o convite para a sua opinião sobre essa questão do desejo pela auto-exposição do usuário da internet.

Um comentário:

  1. É bastante interessante essa busca da maioria de nós em nos auto-expormos.
    Temos meios novos todos os dias de fazê-lo, seja por orkut, blogs, flogs, twitter's, e isso dá uma boa discussão, porque ao mesmo tempo que nos auto-afirmamos (mesmo que erroneamente, talvez) esquecemos cada vez mais do espírito de coletividade. Não sei, posso estar exagerando, mas o que podemos perceber é que a mídia em geral (propagandas em particular), veicula uma grande exaltação do "eu" enquanto alguns gatos pintados pensam em "nós". Enfim, tudo tem seu lado bom e ruim, hohoho =)

    ResponderExcluir