Páginas

Twitter: sobre o caso da Telefônica, Marcelo Tas e o #TwitterDeAluguel

O amigo Rafael Ziggy - do blog Sim,Viral - publicou hoje um post comentando a polêmica que ocupou a rede social do Twitter: Marcelo Tas (CQC), teria sido contratado para divulgar a nova banda larga da Telefônica em seu perfil no Twitter.

Acredite ou não, o assunto foi tema de notícia no Wall Street Journal de hoje (19/03/09). Convido também a ler o post do Sim,Viral, pois queria aqui apenas complementar a reflexão sobre o envolvimento da publicidade nestes novos espaços.

O ano passado foi o auge da discussão sobre post pago em blogs e este ano aparentemente vamos passar discutindo twits pagos. Já existe até a hashtag #TwitterDeAluguel.

Considero essas reflexões saudáveis pois é a partir delas que nascerá o modelo que veremos implantado num futuro próximo.

Apesar de não servir perfeitamente como modelo de comparação, ainda assim trago aqui o exemplo do esportista: antigamente era comum ouvir críticas àqueles primeiros jogadores de futebol que eram convidados a receber patrocínios individuais.

Hoje todos os jogadores de sucesso possuem um contrato individual com alguma marca. No contrato está previsto que ele deve exibir e utilizar produtos da marca em determinadas situações. E ninguém o rotula de "jogador vendido".

É possível que as próximas gerações de jogadores já tenham mais familiaridade com o ambiente digital. Quem sabe veremos jogadores que terão seus próprios blogs ou perfil no Twitter. Não tenho dúvidas que nestes casos as marcas também aproveitarão para incluir em contrato a cláusula de que o jogador deverá, por exemplo, utilizar um background determinado pela marca em seu perfil no Twitter. E então? Iremos rotular seu perfil como #TwitterDeAluguel?

Acredito que ainda há um idealismo um tanto romântico e ingênuo nestas discussões que abusam de termos como post pago, blogueiro de aluguel, twitter de aluguel, etc. É preciso assumir a realidade do mundo dos negócios e a partir desse olhar, encarar estes novos ambientes gerados pelas redes sociais.

MAIS SOBRE:
- Marcelo Tas, Ian Schafer e a Publicidade no Twitter
- Telefonica patrocina Twitter de Marcelo Tas em campanha para Xtreme
- In Brazil, Telefónica Bets on a Celebrity's 'Tweets'


crédito da foto: campuspartybr