Páginas

"Meu nome não é Johnny" e o blog do João Estrella

"Meu nome não é Johnny" é o novo filme de Mauro Lima (produtor de "Lisbela e o Prisioneiro") e conta com Selton Mello e Cléo Pires no elenco. Visto o sucesso de "Tropa de Elite", sem dúvida esse será outro filme com grande volume de platéia. Estréia nesta próxima sexta-feira. Não é um daqueles filmes que concorrem ao Oscar (assim como não é "Tropa de Elite"), mas vale a pena conferir no cinema.

Segue aquela tendência dos filmes brasileiros de falar descontraidamente de um assunto sério. Vai também na mesma linha que "Tropa de Elite" ao abordar o problema das drogas no Rio de Janeiro, só que desta vez, o ponto de vista é de um traficante da classe alta do Rio. Como provavelmente você já ouviu falar por aí, o roteiro é baseado na história real de João Estrella, envolvido com o tráfico de cocaína na década de 90.

Aliás, uma das críticas razoáveis com relação ao filme é tratar o personagem principal como um menino ingênuo que acabou no mundo das drogas por conseqüência única do mundo externo, sem responsabilizá-lo por isso. A culpa fica nas mãos da família, dos amigos, da cultura da classe alta, etc. Afinal, João Estrella não devia ser assim tão ingênuo. Inconseqüente sim, mas não ingênuo.

Outro ponto interessante: para quem assistiu "Philadelphia" (1993), não deixe de reparar na referência que o diretor faz ao filme durante algumas cenas de "Meu nome não é Johnny".

Essa referência faz transparecer que o diretor preferia que o personagem principal tivesse morrido, seria um final mais romântico para o filme. Porém trata-se de uma história baseada em fatos reais, e neste caso, João Estrella ainda está vivo. É hoje produtor musical e por conta do filme, virou blogueiro.



Explico: para o lançamento do filme, entrou no ar um hotsite que traz o tradicional: cenas do filme + wallpaper + ringtones + etc. Mas além disso há também o Blog do João Estrella. Não é o blog do personagem do filme, mas do homem que deu origem ao personagem. No blog João fala do seu cotidiano e do filme. Comenta as pré-estréias feitas em faculdades e faz até uma crítica ao filme "Tropa de Elite". Achei interessante o uso do blog não-ficção ao lado do hotsite oficial. Lá vai mais uma aplicação do modelo "blog" como elemento da estratégia de marketing de lançamento do filme. Para conferir o blog, clique aqui.

Antes de assistir ao filme, vale a pena também ler a matéria que o jornal Estadão fez com o João Estrella e assistir abaixo o trailler do filme: