Páginas

Dias das Mães como uma ponte com o cotidiano do consumidor


A propaganda sempre soube aproveitar muito bem as datas comemorativas para envolver emocionalmente o consumidor, mas especialmente nos últimos anos, datas como o "Dia das Mães" servem também para ilustrar como a linguagem publicitária tem procurado estabelecer uma conexão com o cotidiano das pessoas, afastando-se de um paradigma anterior em que a imagem utópica e idealizada era valorizada.

Hoje a publicidade quer de uma forma geral, mostrar a "vida real". Talvez o exemplo mais forte seja a marca Dove que adotou o conceito "Real Beleza", mas se você notar, essa conexão com o cotidiano e com o "mundo real" aparece em campanhas de diversas outras marcas. Às vezes através de experiências realizadas com "consumidores de verdade", outras vezes são filmes tradicionais com atores, mas ainda assim, o roteiro procura reproduzir o cotidiano ordinário, evitando construir um cenário utópico.

Abaixo, algumas das campanhas para o "Dia das Mães" deste ano que ilustram, das mais diferentes formas, essa minha teoria.
E vale a ressalva: note também que esse formato do "depoimento emocional" já começa virar padrão. É preciso experimentar outras formas de estabelecer uma ponte (vínculo) com o cotidiano do consumidor.