Páginas

Dê um bom fim para seu computador velho

Ontem fui conhecer um projeto da USP que merecia mais divulgação em São Paulo. Por isso resolvi compartilhar aqui.

O CEDIR - Centro de Descarte e Reúso de Resíduos de Informática - é um projeto que tem como objetivo designar o melhor fim para os equipamentos de informática e telefonia que são descartados pelas diversas áreas de todos os campus da USP. Além de atender o público interno, o CEDIR também atende a população de São Paulo.

Você pode doar para o CEDIR computadores completos ou apenas peças e periféricos. Em funcionamento ou não. O órgão também aceita equipamentos de telefonia fixa ou móvel.

Os computadores que estejam em condição de uso, são verificados, reaproveitados e colocados em doação - em condição de empréstimo - para ONGs e demais instituições sociais de inclusão digital. De dois em dois anos estas instituições podem renovar o lote de computadores doados pelo CEDIR. Assim, ao doar seu computador velho para o CEDIR, você colabora para que ele tenha um fim beneficente.

Equipamentos que não funcionam mais também podem ser levados ao CEDIR. Lá eles passam por um processo completo de separação das peças. São reunidos todos os materiais comuns e encaminhados para empresas de reciclagem apropriadas para cada material (plásticos, metais, etc). Desta forma você garante que seu computador velho não vá parar num lixão qualquer. Reciclar é a melhor maneira que temos hoje de evitar que nosso lixo urbano prejudique a cidade.

Para doar peças e equipamentos é necessário antes informar por telefone os materiais que vai levar para doação: 11 3091-6454/6455/6456.

Após o agendamento basta levar o material até o CEDIR, que fica dentro do prédio da prefeitura da USP: Av. Professor Luciano Gualberto, 71, tv. 3, Cidade Universitária, São Paulo - SP.

Para mais informações, você pode consultar o FAQ do CEDIR clicando aqui, ou enviar um e-mail para: cce@usp.br.

Convido você a compartilhar esse post e ajudar a divulgar essa iniciativa do CEDIR. É um projeto que merecia conhecimento da população para evitar que peças de informática e telefonia acabem no lixo.