Páginas

Código QR: agora foi a vez do Citroën C4 Picasso [updated]

Este blog tem acompanhado de perto a evolução da aplicação do código QR, especialmente em campanhas publicitárias. Abaixo relaciono os posts anteriores que já trataram desse assunto.

Agora foi a vez da Citroën utilizar o código em uma de suas peças para o modelo C4 Picasso.

No jornal Meio & Mensagem desta semana uma página inteira trazia apenas o código acompanhado de um ponto de interrogação. Para entender o anúncio, só mesmo decodificando a imagem.


Já na revista Veja o anúncio de página dupla, criado pela Euro RSCG, era mais completo: trazia uma foto do automóvel e informações sobre seus diferenciais. Desta vez o código QR não era a peça central do anúncio, mas estava lá, ao lado da indicação "fotografe este ícone com seu celular e saiba mais sobre o Citroën C4 Picasso".

Tanto no anúncio do Meio & Mensagem como da revista Veja, por trás do código QR estava o link http://c4picasso.supp.com.br. Porém uma falha: o celular não conseguiu acessar o endereço indicado. Fiz a tentativa logo no primeiro dia em que os anúncios entraram em circulação. Depois tentei acessar pelo computador, mas também sem sucesso. Para comprovar, aqui vai a captura da tela:


Fiquei sem entender por completo a mensagem desta campanha de comunicação. Falha da SupportComm, agência que desenvolveu a aplicação do código QR e o hotsite. Uma pena, pois o trabalho anterior realizado para a operadora de celular Claro foi muito bem realizado.

[UPDATED 11/02/09] No meio da semana o hotsite entrou em funcionamento (ainda bem). Se tentar acessar pelo navegador agora é provável que ainda não funcione pois trata-se de um formato próprio para acesso por celular. Mas agora, a mensagem que aparece no navegador é diferente desta que publiquei acima, justamente pois na segunda, quando acessei, ainda não havia nada.

Na área de comentários recebi uma mensagem procurando justificar o erro, está ali também a minha resposta (veja aqui).

Mas o que me interessa mesmo é a mensagem publicitária. E o que aparece nesse endereço é a opção para download de um vídeo publicitário (com cara de comercial de TV) do C4 Picasso.

Será que esse é o melhor conteúdo a oferecer para quem se propôs a decodificar o código QR e descobrir o tal "conteúdo exclusivo"?




MAIS SOBRE:
- Código QR: a evolução do código de barras
- Código QR avança no ocidente
- Código QR: o case do Pet Shop Boys
- FastShop faz primeiro anúncio brasileiro com QR code
- Código QR continua a ganhar espaço
- Nova Schin utiliza código QR
- Agora foi a vez da Claro usar o código QR

2 comentários:

  1. Olá Eric Messa,

    Houve uma falha na sua publicação, a ação do Qr Code tem como objetivo fazer uma ponte entre usuários e celular, neste caso da Citroen, após tirar a foto do Qr Code com o Leitor, aparece em seu celular um link (mencionado acima no seu post) que direciona o celular para um mobile site (site no celular), assim você terá com exclusividade o conteúdo da Citroen. O que vc esta fazendo é pegando o link e digitando a URL no computador. :(

    Se fosse para fazer isso, não precisava do Qr Code, era só pedir para os clientes acessarem o site!!! :(

    Abs,
    Kana

    ResponderExcluir
  2. Oi Kana,

    Vc trabalha na SupportComm? Pois se vc trabalha lá poderia confirmar que realmente o hotsite não estava funcionando na segunda.

    A imagem que eu mostrei acima realmente é de um browser de computador, porém quando eu decodifiquei o código pela primeira vez pelo celular é óbvio que eu já tentei acessar o site do próprio celular. E como citei no post, não funcionou.

    Não funcionou pois o endereço indicado estava vazio. Diferente de hoje que ao tentar entrar finalmente deu certo e vi o tal conteúdo exclusivo, que nada mais é do que um vídeo com o comercial do C4 Picasso. Aliás, espero que esse comercial não comece a rolar na TV, ou então não será mais um conteúdo exclusivo.

    E para encerrar, se vc tentar entrar no endereço pelo computador, agora aparece um resultado diferente deste que eu mostrei acima. Pois agora sim, há um conteúdo ali, mesmo que seja visto apenas pelo celular.

    ResponderExcluir