Páginas

Red Bull na cratera do Metrô

Há muito já se comentava pelos corredores dos deptos. de marketing, mas agora virou notícia do jornal O ESTADO DE S. PAULO da última segunda-feira.

Com o propósito de trazer energia e potencial criativo (e provavelmente baixar custos), muitas agências de publicidade preferiram compor suas equipes com jovens recém chegados ao mercado, alguns nem mesmo formados.

Tais profissionais recém incorporados ao mercado ocupam o lugar de profissionais experientes, mas que na visão do mercado, já não falam mais a língua do público brasileiro, essencialmente jovem.

Este fenômeno impede que jovens criativos possam ganhar experiência, trabalhando ao lado de profissionais experientes que podem aconselhar os jovens a não cometerem os mesmos erros ocorridos no passado.

O último episódio que virou tema da notícia no O ESTADO DE S. PAULO foi a ação promocional que distribuiu o energético Red Bull nas proximidades da cratera aberta pelo desabamento nas construções da linha amarela do Metrô. Na visão daqueles que promoveram a ação o local do desastre se encaixava na categoria "evento", pois era um episódio que reunia um volume grande de pessoas e gerava mídia espontânea.

A ação não foi bem vista. Evidentemente faltou experiência para avaliar as conseqüências ao associar a marca a um evento trágico.


Na matéria alguns profissionais do mercado comentam a “juniorização” do mercado e indicam como estão lidando com essa situação em suas respectivas agências.

Marketing cada vez menos experiente
Fenômeno já ganhou até um nome no meio publicitário: ‘juniorização’
[ veja matéria completa ]

Nota da FOLHA DE S. PAULO que faz referência à ação promocional:
Empresa aproveita cratera para promover bebida energética
[ veja matéria completa ]

O blog Brainstorm #9 também faz referência ao fato, traz fotos e comentários dos leitores do blog.
[ visite o blog ]